Quanto Às Figuras Decorativas

Paracas foi uma respeitável civilização pré-colombiana do Antigo Peru, do tempo denominado de Formação Superior ou fonte, o que se montou na península de Paracas, província de Pisco, localidade de Ica, entre os anos 700 a. C. e duzentos d. C. É contemporânea, em fração, com a cultura Chavín, que se criou no norte do Peru. Atualmente domina-se que o que o arqueólogo peruano Julio Tello denominou como “Paracas-Necrópole” pertence a uma tradição cultural, a chamada cultura Topar, cujo centro estava localizado mais ao norte, no vale de Cusco.

Os paracas praticavam uma textilería de alta particularidade, em lã e algodão, do mesmo modo uma cerâmica decorada e uma cestaria muito elaborada. Também realizavam trepanaciones do crânio, cujos efeitos ainda são discutidos. A cultura Paracas é a precursora da cultura Nazca, com quem tem uma evidente afinidade cultural; realmente, para muitos especialistas, a fase conclusão de Paracas é, na verdade, a fase inicial da cultura nazca.

Cinco Divisão de acordo com Tello 5.1 Paracas Cavernas (700 a. C. – 500 a. 5.Dois Paracas Necrópole (500 a. Em sua data de maior expansão, se espalhou pelo norte até Chincha e pelo sul até Yauca na região de Arequipa. Alguns acreditam que o principal centro de Paracas pôde ser localizado na Tajahuana, no vale de Ica, pelo setor de Ocucaje.

trata-Se de um povoado fortificado alto em cima de uma rocha de fácil defesa. Este fenômeno atmosférico foi dado o teu nome à península de Paracas, e, por extensão, à cultura preinca descoberta pela localidade. Chincha: Adegas, Lurín, Chincha. Pisco: Cerro Colorado, Disco Verde, Cabeça Longa, Chongos, Tambo Colorado.

Ica: Teojate, Huamaní, Ocucaje, Callango (Animas Altas e Animas Baixas), Chiquerillos, Ullujalla, Tomaluz. Nasca: Soisongo, Atarco, Trancas, Cahuachi. A cultura paracas foi descoberta em julho de 1925 pelo arqueólogo peruano Julio C. Tello, de frente pra baía de Paracas e no sul de Pisco. Em agosto do mesmo ano, Tello, ajudado por seu discípulo Toribio Mejía Xesspe, instalou um acampamento arqueológico no blog. O primeiro cemitério paracas foi achado por Tello nas colinas de pórfiro vermelho conhecidas como Cerro Colorado. No total achou trinta e nove túmulos em forma de poço, que ele chamou de “cavernas”, as quais continham fardos funerários envolvidos em finos mantos e rodeados de ceramicos, instrumentos de caça, peles de animais e alimentos.

Em 1927, Tello, juntamente com Mejía Xesspe, descobriu outro cemitério, em Warikayan, muito perto de Cerro Colorado, ao que denominou de Paracas-Necrópole, onde achou 429 cadáveres mumificados, envolvidos qualquer um com muitos mantos, alguns dos quais eram tão esplêndidos. São os notáveis mantos paracas, conservados hoje no MNAAHP. Além desses dois cemitérios, Tello identificou-se que a península de Paracas um terceiro cemitério, ao que denominou de Areia Branca ou Cabeça Longa, esse último nome, devido à presença de crânios deformados, de forma alongada. Lá, e também tumbas saqueadas, encontrou restos de casas subterrâneas.

Tello estudou como os paracas enterravam seus falecidos, e disse que esta cultura passou por duas épocas bem definidas. Paracas Cavernas (700 a. C. – 500 a. A etapa Paracas Cavernas tem uma antiguidade de 700 anos.C. A população principal da cultura Paracas nesta época montou-se em Tajahuana, às margens do rio Ica, no ramo de Ocucaje.

O nome vem da maneira como enterravam seus mortos os Paracas, em maneira fetal. Isso se verifica dos achados dos fardos funerários localizados em Cerro Colorado. As tumbas encontradas eram subterrâneas, cavadas nas rochas, com uma forma que parece uma “taça invertida”, ou garrafa de pescoço alto, em cujo fundo de por volta de seis metros de diâmetro, de ambos os fardos funerários. Eram túmulos comunitárias, ainda não se compreende se os enterramentos correspondiam a uma mesma família.

  • No Chile : A Cueca
  • Eu gosto a edição, em tal grau em fotos como em videos
  • Fev.2009 | 20:01
  • Comida e leite
  • 4 Mudança pra Londres e gravação de Bryter Layter
  • 2 17:35 Bom. A vantagem é de dez segundos. Chavanel pede revezamento. Têm lá

Os corpos estão mumificados, pelas condições climáticas e do terreno. Alguns dos cadáveres destacam trepanaciones e deformações do crânio, possivelmente por causa motivos religiosos. Paracas Necrópole (500 a. Cada câmera vasto presumivelmente teria sido domínio de um determinado família ou clã, que enterradas a seus antepassados ao longo de diversas gerações. As teses de Tello foram questionadas por outros arqueólogos.

Em primeiro espaço, Warikayan não parece ter sido uma necrópole, porém um enorme centro populoso, em outras de cujas edificações foram depositados mais de 400 fardos, caso que até nesta hora não tem uma descrição satisfatória. Poderia ter sido um recinto considerado sagrado, na coloração vermelha de suas colinas e tua proximidade com o mar, que o relacionaría com a morte e a regeneração. Cada múmia está envolvida em várias camadas de matérias têxteis, alguns dos quais são de incrível peculiaridade.